Sua empresa já emite boleto registrado pelo sistema?

Além de simplificar a rotina do dia-a-dia, a emissão de boleto bancário através do sistema facilita a gestão da carteira de cobrança, principalmente através de relatórios de acompanhamento.

 

Qual a diferença entre boletos registrados e boletos sem registro?

 

A principal diferença entre um boleto com registro e um boleto sem registro, está no fato de que o boleto sem registro não possui validade enquanto não for pago. É uma guia virtual existente apenas para o solicitante, por isso, não há cobrança de taxas bancárias caso o boleto não seja pago.

 

Já no caso dos boletos registrados, os bancos recebem um arquivo de remessa contendo os dados do boleto no momento em que ele é gerado. Sendo assim, o boleto registrado é conhecido pelo banco, e caso não seja pago, ficará pendente até que haja alguma manifestação à respeito. O cliente do banco é taxado durante a geração do boleto, mesmo que o cliente final desista da compra, e taxado também para declarar essa desistência e finalizar o boleto.

 

Esteja atento as novas regras:

 

Para regulamentar esta questão, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) estabeleceu um cronograma para que todos os boletos passem a ser registrados, veja:

 

Igual ou acima de 50.000,00 – 10/07/2017

Igual ou acima de 2.000,00 - 11/09/2017

Igual ou acima de 500,00 - 09/10/2017

Igual ou acima de 200,00 - 13/11/2017

Boletos de todos os valores - 11/12/2017

 

Sendo assim, não será permitida a utilização de boletos não registrados nestes valores, ou seja, que não identifiquem o pagador através de CPF ou CNPJ.

 

Caso tenha alguma dúvida, ou não utilize esta funcionalidade, entre em contato com a Aldus pelos fones (48) 3533-3899 ou (48) 98411-0717.

 

Habilite já este módulo e fique em dia com as novas regras!

 

 

Fonte: Tecnospeed

Boleto bancário registrado passa a ser obrigatório!

Aldus Sistemas

Av. Nereu Ramos, 1375, Sala 101, 1° Andar. Bairro Centro - Sombrio / SC
(48) 3533-3899 ou (48) 98411-0717.